Seja o primeiro a compartilhar

A origem da língua portuguesa e sua implantação no Brasil

Para falar em Língua Portuguesa, é de um sistema vivo de comunicação que falamos. A língua é mais que um registro, pois envolve compreensão e entendimento dentro de um contexto histórico, ou seja, os acontecimentos que de uma forma ou de outra promoveram a sua origem. 

A língua portuguesa veio do latim, a língua falada pelos romanos, no caso os habitantes do Lácio, um pequeno estado da Península Itálica. O latim se transformou na língua portuguesa em consequência de uma mistura do latim vulgar com influências árabes e de tribos que ocupavam a Península Ibérica quando esta foi invadida pelos romanos no século III a. C.

Fonte: History Answers/ReproduçãoFonte: History Answers/Reprodução

Geralmente, os vencedores impõem sua linguagem aos povos vencidos. Mas o latim falado pelos soldados romanos era o chamado "vulgar", aquele das pessoas que usam a linguagem no dia a dia, sem preocupações estilísticas na fala e na escrita, e muito distante do latim clássico, que era utilizado apenas pelas pessoas ilustres da sociedade para produções textuais e discursos eruditos.

Por ser uma língua somente falada, o latim vulgar ficou exposto à influência linguística dos conquistados, formando vários dialetos, chamados de romanços (do latim romanice, ou "falar como os romanos"). A situação perdurou até a queda do Império Romano, no século V da nossa era, quando os dialetos resultaram em línguas como o catalão, o castelhano e o galego-português.

Implantação da língua portuguesa no Brasil

Fonte: Museu Nacional de Belas Artes/ReproduçãoFonte: Museu Nacional de Belas Artes/Reprodução

A língua portuguesa chegou ao Brasil na época das grandes navegações, quando nosso país foi ocupado por navegantes de Portugal, no processo definido por eles como “descobrimento”. A partir daí, o Português foi sendo imposto às línguas nativas como a língua oficial, mas a implantação ocorreu de forma lenta.

A explicação é que, quando os portugueses desembarcaram na costa brasileira, havia no novo continente pelo menos 1,2 mil povos indígenas, que falavam cerca de mil línguas diferentes. A essa rica diversidade linguística, logo se somaram cerca de 4 milhões de africanos de diversas etnias, para trabalhar como escravos.

O português que se fala hoje no Brasil passou por profundas mudanças. No entanto, como qualquer língua, não é definitivo, e está num processo constante de construção de sua própria identidade. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.