Teoria de Einstein será posta à prova em teste envolvendo buraco negro
435
Compartilhamentos

Teoria de Einstein será posta à prova em teste envolvendo buraco negro

Último Vídeo

Não que os cientistas duvidem da genialidade de Albert Einstein — ou duvidam e é a gente que pensa que não! —, mas o fato e que, sempre possível, as teorias que ele propôs são colocadas à prova. Até agora, as ideias do físico alemão passaram em todos os testes com louvor e, em breve, elas serão avaliadas novamente, desta vez em um experimento envolvendo o Sagitário A, o buraco negro gigante que existe no centro da Via Láctea, e uma estrela massiva chamada Source-2.

Anos de espera

Mais especificamente, os cientistas querem descobrir se quando um objeto estelar passa próximo ao horizonte de eventos de um buraco negro, esse corpo realmente é acelerado a velocidades incrivelmente absurdas e "esticado" — algo que é descrito por Einstein em sua Teoria Geral da Relatividade. No entanto, como você bem deve imaginar, testar uma coisa dessas é incrivelmente complicado.

Albert Einstein(The Daily Research)

Isso porque, para começar, o horizonte de eventos define o limite a partir do qual não existe mais retorno, portanto, o objeto estelar ideal para "participar" do teste não poderia passar desse ponto. Sendo assim, seria necessário encontrar um corpo massivo cuja órbita o colocasse nas proximidades de um buraco negro — mas a uma distância precisa para que ele não acabasse sendo capturado e engolido.

Pois os cientistas passaram nada menos que 16 longos anos procurando pelo objeto estelar e situação ideal para pôr a teoria de Einstein à prova — o que deve ocorrer nos próximos meses. Na verdade, foi por pouco que os astrônomos não tiveram que suspender o experimento e voltar a vasculhar a galáxia em busca de um novo candidato, uma vez que a suspeita era de que a estrela encontrada para participar da "prova" fizesse parte de um sistema binário, o que dificultaria as coisas.

Estrela para teste(Science Daily/S. Sakai/A.Ghez/W. M. Keck Observatory/UCLA Galactic Center Group)

Bem, por sorte, os cientistas confirmaram que Source 2 é "solteira" mesmo, e como sua órbita a coloca nas proximidades do horizonte de eventos do Sagitário A, isso faz dela o objeto estelar perfeito para o teste. E o que os astrônomos esperam observar quando o momento da verdade chegar?

Se Einstein estiver certo, a passagem da estrela por esse ponto fará com que ela alcance velocidades cerca de 3% da velocidade da luz e que seu brilho seja "esticado", isto é, sofra um desvio para o vermelho — que é um ligeiro desvio da luz para o espectro vermelho ocasionado pela ação de um campo gravitacional.

Depois de tanto tempo esperando para que a situação ideal se apresentasse, a expectativa de realizar os experimentos e observar o comportamento da Source 2 — e ver se ela se estica toda ou não quando passar perto horizonte de eventos do Sagitário A — é enorme e, de momento, as apostas são de que Einstein provavelmente estará certo de novo. E você caro leitor, tem algum palpite?

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.