Seja o primeiro a compartilhar

7 deusas gregas vítimas de machismo e misoginia

Se você pensar nos deuses conhecidos na mitologia grega, é bastante provável que alguns nomes de mulheres venham à mente, como os de Atena, Afrodite, Hera, Perséfone, Héstia e muitas outras. O que talvez você não saiba é que, nesta tradição cultural, as deusas mulheres eram muitas vezes oprimidas pelos deuses homens, reproduzindo a visão vigente na sociedade grega de sua época.

A mitologia grega guarda muitas histórias de como essas deusas foram subjugadas e, em tantas vezes, também marcaram resistência ao machismo e à misoginia que as vitimava. Neste texto, contaremos alguns destes mitos.

1. Hera, a deusa do casamento constantemente traída

(Fonte: Eu Sem Fronteiras)(Fonte: Eu Sem Fronteiras)

Hera, a esposa de Zeus, é considerada a rainha suprema do Olimpo. Hierarquicamente, está acima de todas as outras deusas. Muito respeitada e adorada na Grécia antiga, ela é responsável por proteger os casamentos e orientar os casais.

Sua história, no entanto, tem vários detalhes que podem ser considerados revoltantes. Para começar, há um mito de que Zeus teria a forçado a se casar com ele, pois ela estava resistente. 

Como quem conhece um pouco de mitologia sabe, as vontades de Zeus são sempre atendidas. Para atingir seu objetivo, ele teria se transformado em um pássaro ferido e se aproximado de Hera, que o pegou e o acolheu em seu colo. Ao se transformar novamente em deus, ele teria a estuprado.

Mas a história de Hera também tem suas reviravoltas. O casamento entre ambos sempre foi muito instável, pois Zeus tinha incontáveis amantes. 

A ira de Hera sobre estas traições era implacável. Muitas vezes ela se vingou destas amantes (algumas delas tomadas por Zeus a contragosto) e de seus muitos filhos ilegítimos, como Hércules. Vendo pela ótica atual, não faz muito sentido que Hera destinasse sua raiva mais às mulheres que ao seu marido.

2. A tentativa de "divórcio" de Hera

(Fonte: Sagrado Feminino)(Fonte: Sagrado Feminino)

As ofensas de Zeus a Hera foram incontáveis. Uma vez, ela tentou derrubar Zeus de seu posto de rei do Olimpo, com a ajuda de outros deuses. No entanto, a trama falhou. Como vingança, Zeus a atormentou tanto que ela jurou que nunca mais tentaria derrotá-lo.

O mais impactante do mito de Zeus e Hera é que, na cultura da Grécia antiga, o casamento era visto como eterno - e só o homem poderia decidir se queria deixar a mulher. 

Os estudiosos dos mitos também apontam ao fato de que Hera perderia muito caso deixasse Zeus. Ela era, portanto, dependente do poder que ele lhe trazia. Por consequência, ambos ficaram casados para sempre, mesmo com o histórico de infidelidade do marido.

3. Afrodite, a deusa da beleza que teve um casamento arranjado

(Fonte: O baú da história)(Fonte: O baú da história)

Afrodite é conhecida como a deusa da beleza. Apenas de olhar para ela, homens e mulheres se apaixonavam imediatamente. Isto trouxe problemas ao seu pai, Zeus, que não sabia a que deus entregá-la para o casamento sem causar atritos com os demais.

O casamento de Afrodite surgiu de uma tramoia feita por Hefesto, o feio (mas trabalhador) deus do ferro e do fogo. Ele criou uma armadilha que acabou prendendo Hera - e só o próprio Hefesto seria capaz de soltá-la.

A condição fornecida por Hefesto para soltar a mulher de Zeus foi que o deus supremo concedesse sua filha Afrodite para casar com ele. A decisão não agradou Afrodite, que tinha um caso com Ares, o deus da guerra. Mas como a mulher jamais poderia reivindicar a separação, ela não teve outra opção.

5. A vingança de Hefesto contra a traição de Afrodite

(Fonte: Stringfixer)(Fonte: Stringfixer)

É até irônico imaginar que Afrodite, a deusa do amor, estava presa em um casamento sem amor. Hefesto, no entanto, a amava, mas era solenemente esnobado pela esposa. Além disso, ele sabia que Afrodite a traía com seu amante Ares.

Hefesto, irritado, planejou uma vingança. Quando Ares e Afrodite estavam na cama, ele lançou uma rede dourada sobre eles que os prendeu juntos e nus. O deus do ferro então chamou os outros deuses que viessem ver a cena, envergonhando a mulher. Depois disso, eles acabaram finalmente se divorciando - por decisão dele, vale lembrar.

 6. Atena, a deusa que já nasceu adulta

(Fonte: Eu Sem Fronteiras)(Fonte: Eu Sem Fronteiras)

Atena é uma deusa relativamente diferente às outras: ela era casta, independente e muito ligada ao seu pai. O nascimento desta deusa da sabedoria foi bem singular.

Sua mãe é Métis, a deusa da astúcia. Quando ela engravidou, Zeus recebeu de um oráculo a notícia de que a criança em seu ventre iria um dia destroná-lo. Temeroso, Zeus engoliu Métis.

No entanto, um dia Zeus sentiu uma forte dor na cabeça, e pediu o auxílio de Hefesto para que rachasse o seu crânio. Lá de dentro, saltou uma mulher adulta carregando um escudo: era a sua filha Atena, a filha que gerou com Métis.

Atena nunca o destronou - pelo contrário, tornou-se seu braço direito. Uma de suas características mais conhecidas é que ela sempre manteve a sua virgindade, embora tenha sido cobiçada (e mesmo agarrada) por outros deuses.

7.  O sequestro de Perséfone

(Fonte: História do Mundo)(Fonte: História do Mundo)

Por fim, uma das histórias mais famosas da mitologia grega é a de Perséfone, a deusa da primavera e da fertilidade. Sem que soubesse do arranjo, Pérsefone foi dada em casamento por seu pai, Zeus, a Hades, irmã dele que era o deus do submundo. Um dia, enquanto colhia flores, Hades abriu a chão e a "engoliu" para dentro do mundo inferior.

Sequestrada, ela passou a viver no submundo, onde não havia luz nem vida. Mas mais chateada que ela ficou a sua mãe, Deméter. Quando soube do paradeiro da filha, ficou deprimida. Como Deméter era a deusa da colheita e da agricultura, a terra começou a perecer, e a população da terra passou a sofrer com a falta de alimentos.

Para resolver o problema, Zeus e Hades chegaram a uma solução: Perséfone poderia passar metade do ano no submundo, com ele, e a outra metade na terra, com sua mãe. Este mito explicaria o funcionamento das estações do ano.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.